hide message

A message from Executive Director Phil Bloomer

Now more than ever, advocates in NGOs and business need the information we provide to continue to put human rights at the centre of business.

We are a small non-profit with a huge mission. We can only provide our global coverage and Weekly Updates with donations from people like you.

Please consider contributing to our work today. No gift is too small!

Thank you,
Phil Bloomer, Executive Director

Donate now hide message

Brazil: Authorities investigate meat companies accused of selling tainted meat, including to schools, within corruption scheme; it includes companies comments

Steak_credit_Pixabay_https://cdn.pixabay.com/photo/2014/12/21/23/40/steak-575806_960_720.png

Government authorities are investigating 31 companies, including large meat companies, accused of being involved in corruption schemes and crimes against public health, involving government agricultural inspectors and also PP and PMDB parties – the latest is the party President Michel Temer. The companies are accused of corruption for sanitary certification of salmonella, rotten and expired meat. Companies such as JBS, BRF, Grupo Argus, Frigorífico Rainha da Paz deny the accusations. And Central de Carnes Paranaense, A E. H. Constantino, Breyer, Peccin S/A, frigorífico Larissa, Roney Nogueira, Diniz Lourenço comment the case.

To read this story in Portuguese, click here.

Get RSS feed of these results

All components of this story

Article
21 March 2017

Brazil: Authorities investigate meat companies accused of selling tainted meat, including to schools, within corruption scheme; it includes companies comments

Author: Simon Romero, The New York Times

“Brazil’s Largest Food Companies Raided in Tainted Meat Scandal”, 17 March 2017

...Federal agents raided the operations of Brazil’s largest food companies on...[17 March]...over accusations that their employees oversaw a scheme that included bribing inspectors to allow rotten meals to be served in public schools and salmonella-contaminated meat to be exported to Europe...[E]mployees at two food-processing giants, JBS and BRF, paid federal inspectors to ignore the adulteration or expiration of processed foods. Inspectors also falsified sanitary permits, and bribes were channeled to the Brazilian Democratic Movement Party of President Michel Temer...Companies caught up in the investigation, which also includes smaller meatpacking businesses, were accused of delivering cash bribes in plastic containers alongside prized cuts of beef like picanha, or sirloin cap...[P]ractices...[included]...adulterating expired meats with a type of acid that investigators said has been linked to cancer...“Children in the public schools of Paraná are eating meals made of expired, spoiled meat or even carcinogens in order to bolster the interests of this powerful criminal organization,”...[said]...Maurício Moscardi Grillo, a federal investigator...BRF said...it was cooperating with the authorities and insisted that its products posed “no risk” to consumers. JBS said that its headquarters in São Paulo were not targeted in the raids, and that it “vehemently repudiates” the adulteration of its products. Brazil’s ministry of agriculture said that more than 30 of its employees were removed from their posts as a result of the investigation...

[Refers to Pilgrim’s Pride]

Read the full post here

Article
+ Português - Hide

Author: Gil Alessi, El País (Brasil)

“Operação Carne Fraca da PF coloca JBS e BRF na mira por esquema de corrupção-Esquema de pagamento de propina a agentes fiscalizadores para evitar multas a frigoríficos abastecia PMDB e PP, diz delegado da PF”, Gil Alessi, 17 de marco de 2017

A Operação Carne Fraca, desencadeada pela Polícia Federal...[em 17 de marco]..., voltou os holofotes para grandes empresas do setor, como a JBS, responsável pelas marcas Seara e Big Frango, e a BRF, dona da Sadia e Perdigão. Informações preliminares dão conta de que havia um esquema de pagamento de propinas a fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura para que frigoríficos pudessem vender produtos adulterados com produtos químicos e carnes vencidas. No total a Polícia cumpre 38 mandados de prisão que atingem executivos das duas empresas...Além das duas gigantes do setor, outras 29 companhias também são alvo da operação...“...foi falado ao longo da investigação dois partidos que ficavam claro: o PP e o PMDB...Inúmeras crianças de escolas públicas estaduais estão se alimentando de merendas compostas por produtos vencidos, estragados e muitas vezes até cancerígenos para atender o interesse econômico desta poderosa organização criminosa", escreveu...[o delegado Maurício Moscardi Grillo]...

Read the full post here

Article
+ Português - Hide

Author: BRF

“Comunicado à imprensa”, 18 de março de 2017

...[A]...BRF vem a público esclarecer alguns fatos importantes: 1 – INTERDIÇÃO DA FÁBRICA DE MINEIROS (GO) A fábrica da BRF de Mineiros...responde por menos de 5% da produção total da BRF. Seus produtos são destinados a exportações e mercado interno...A fábrica possui três certificações internacionais...: BRC (Global Standard for Food Safety), IFS (International Food Standard) e ALO Free (Agricultural Labeling Ordinance). A última auditoria...foi realizada pelo MAPA e aconteceu entre os dias 25 e 28 de fevereiro de 2017...Apesar de o juiz da operação ter considerado desnecessário o fechamento da unidade, ela foi interditada, de forma preventiva e temporária, pelo Ministério da Agricultura. A medida deve durar até que a BRF possa prestar as informações...2 – PRESENÇA DE SALMONELLA NOS PRODUTOS...Em relação ao caso da Itália..., é importante esclarecer que a BRF não incorreu em nenhuma irregularidade...3 – USO DE PAPELÃO Não há papelão algum nos produtos da BRF...4 – ACUSAÇÕES DE CORRUPÇÃO A BRF não compactua com práticas ilícitas e refuta...qualquer insinuação em contrário...5 – PRISÃO DE RONEY NOGUEIRA DOS SANTOS...A BRF está acompanhando as investigações e dará todo o suporte às autoridades. 6 – NOTÍCIAS SOBRE “CARNE PODRE” A BRF nunca comercializou carne podre e nem nunca foi acusada disso. As menções a produtos fora de especificação...dizem respeito a outras empresas...[A]...BRF vem a público manifestar seu apoio à fiscalização do setor e ao direito de informação da sociedade com base em fatos...

Read the full post here

Article
+ Português - Hide

Author: JBS

“Qualidade é a maior prioridade da JBS e de suas marcas Frioi e Seara.”, 17 de marçco de 2017

A JBS é a maior empresa de proteína no mundo, com 234 unidades, e emprega 230 mil pessoas...[N]ão tolera...desvio de qualidade nos seus processos industriais. Em virtude do noticiário sobre a operação da Polícia Federal...afirma...: 1. As fábricas da JBS exportam para mais de 150 países...São anualmente auditadas por missões sanitárias internacionais e por clientes. 2...[É]...a companhia brasileira com mais certificações BRC (British Retail Consortium)...[e]…segue os padrões ISO 9001...3. Nos últimos dois anos, as unidades da JBS receberam 340 auditorias de qualidade e atuaram com o mesmo zelo para assegurar igual comprometimento de seus fornecedores. 4. A JBS conta, no Brasil, com mais de 2 mil profissionais dedicados exclusivamente a garantir a qualidade dos seus produtos...5...[É]...a maior interessada no fortalecimento da inspeção sanitária no Brasil...6. No despacho da Justiça Federal que deflagrou a operação, não há qualquer menção a irregularidades sanitárias ou à qualidade dos produtos da JBS e de suas marcas. 7. Os...casos citados na imprensa sobre produtos adulterados não envolvem nenhuma das marcas da JBS. Nenhuma planta...foi interditada...8. Nenhum dirigente ou executivo...foi alvo de medidas judiciais...9. Um funcionário da empresa na unidade de Lapa, no Paraná, foi citado na investigação...10. A companhia está à disposição das autoridades competentes, clientes e consumidores...[R]eforça seu comprometimento com a segurança alimentar e com a qualidade de seus produtos e destaca seu compromisso...com o aprimoramento das práticas sanitárias no Brasil.

Read the full post here

Article
+ Português - Hide

Author: Leonardo Sakamoto (Brazil)

“Quem fica mais tempo na timeline: bife podre, índio morto ou escravidão?”, 18 de março de 2017

[Em 17 de março]..., a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca...[F]rigoríficos são acusados de estarem ligados, direta ou indiretamente, a graves problemas sociais, ambientais e trabalhistas. Casos de trabalho escravo (comprando animais de fazendas que utilizaram-se desse tipo de mão de obra), de superexploração de trabalho (quando os próprios frigoríficos incapacitam seus operários por lesões causadas no serviço), de desmatamento ilegal (adquirindo bois oriundos de propriedades flagradas com crimes ambientais), de violência contra populações tradicionais (lideranças indígenas sendo violentadas ou mortas por fornecedores de gado em Estados como o Mato Grosso do Sul). Ou mesmo graves e preocupantes casos de animais maltratados e torturados à revelia do que prevê a legislação. Esses casos aparecem em sua timeline, mas não viralizam tanto. Talvez porque não conseguimos ver as pessoas vítimas dessas situações como detentoras dos mesmos direitos que nós....[N]ão conseguimos perceber a conexão entre esses problemas trabalhistas, ambientais e crimes contra a vida e os direitos humanos e nós. Não sabemos ou não queremos saber que aquela produção, através de uma longa cadeia produtiva, chega até nossas cidades, açougues e supermercados...[E]stamos conectados àquelas condições através de nosso padrão de consumo...

Read the full post here

Article
+ Português - Hide

Author: Luisa Melo, Flávio Ismerim e Marina Gazzoni, G1

“JBS e BRF admitem investigação da PF, mas negam adulteração de produtos-JBS diz que teve 3 fábricas averiguadas pela Polícia Federal e reforça que apoia a apuração e punição de práticas irregulares. BRF afirma que interpretação sobre papelão em carne é 'gravíssimo' erro da PF.”

... Empresas alvo de busca e apreensão na operação Carne Fraca: Big Frango Indústria e Com. de Alimentos...[,]...BRF...[,]...Dagranja Agroindustrial Ltda./Dagranja S/A Agroindustrial...[,]...E.H. Constantino...[,]...Frango a Gosto...[,]...Frigobeto Frigoríficos e Comércio de Alimentos...[,]...Frigomax- Frigorífico e Comércio de Carnes...[,]...Frigorífico 3D...[,]...Frigorífico Argus...[,]...Frigorífico Larissa...[,]...Frigorífico Oregon...[,]...Frigorífico Rainha da Paz...[,]...Frigorífico Souza Ramos...[,]...JBS...[,]...Mastercarnes...[,]...Novilho Nobre Indústria e Comércio de Carnes...[,]...Peccin Agroindustrial Ltda./Italli Alimentos...[,]...Primor Beef - JJZ Alimentos...[,]...Seara Alimentos...[,]... Unifrangos Agroindustrial.../Companhia Internacional de Logística...[,]...Breyer...[,]...Fábrica de Farinha de Carne Castro...EPP...A Central de Carnes Paranaense, dona das marcas Master Carnes, Souza Ramos e Novilho Nobre, esclareceu...que nenhum de seus funcionários foi detido...[e]... que está colaborando com as investigações...[O]...Grupo Argus declarou que obedece rigorosamente às observações sanitárias e de qualidade determinadas, sem solicitar quaisquer favorecimentos ao Sistema de Inspeção Federal do Ministério da Agricultura...A E. H. Constantino informou que está colaborando com as investigações e...declarou não ter ligação...com os grupos JBS e BRF...[A]...Breyer esclareceu que é um entreposto de mel e cera de abelhas, atende a todos os requisitos de qualidade e segurança alimentar e não tem ligação algum com nenhum frigorífico...[A]firma...que vai coloborar com o que for necessário para prestar os devidos esclarecimentos. O Frigorífico Rainha da Paz negou seu envolvimento em atos ilícitos...A Peccin...informa que não tem qualquer vínculo comercial ou societário com o frigorífico Peccin Agroindustrial, do Paraná, envolvido na operação Carne Fraca. O frigorífico Larissa não quer se manifestar....A Primor Beef também não respondeu, mas informou que o dono está viajando e ninguém da empresa tem autorização para comentar sobre o assunto...A Associação Brasileira de Proteína Animal, que representa os frigoríficos brasileiros, declarou que o Brasil é reconhecido internacionalmente pela qualidade e pelo status sanitário de seus produtos...

Read the full post here