Brasil: Inst. Socioambiental critica projeto de lei que diminui áreas de conservação na Amazônia causando risco a terras indígenas & aumentando grilagem, desmatamento e impacto na agricultura

Autor: Marcio Santilli, Instituto Socioambiental/ISA (Brazil), Publicado em: 14 February 2017

“Amazônia Esquartejada”, 13 de Fevereiro de 2017

As rodovias federais...promovem a integração...entre a Amazônia e o centro-sul...e se estendem a países vizinhos...[,]...fundamentais para o trânsito de pessoas e o escoamento de produtos...80% dos casos de desmatamento na Amazônia ocorrem na faixa de 30 km ao longo das estradas pavimentadas...[A]...pavimentação da BR-163…desencadeou…movimento chamado BR-163 Sustentável que propôs a implantação…de…programa regional de desenvolvimento sustentável, para evitar a repetição…de grilagem de terras e desflorestamento…[da]…ditadura…Daí resultou…a criação…de áreas de conservação federais e estaduais, que interliga blocos de Terras Indígenas nas bacias dos rios Xingu e Tapajós, visando assegurar a contiguidade da floresta. Porém…os últimos governos vêm reduzindo sua extensão na região, liberando áreas que ficam à mercê de invasões, desmatamento e grilagem...O que está em jogo é muito mais do que o desmatamento e a grilagem. Estão se abrindo fendas transversais, contínuas e expansivas ao longo da Amazônia...projetando um cenário de esquartejamento definitivo da floresta…Ilhas de floresta não conservam animais, plantas e paisagens como um ambiente contínuo. Outra consequência…é o provável impacto nos padrões de distribuição de umidade. Correntes atmosféricas amazônicas carregam vapor d´água, como rios voadores, provendo boa parte das chuvas que suprem as principais regiões agrícolas e metropolitanas do Brasil e dos países do Cone Sul...

Leia a postagem completa aqui